pt Português
Select Page

Mais populares


É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite, com sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para os repetir, e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

– José Saramago, em Cadernos de Lanzarote

Colbert – um pedaço de Paris em Sloane Square

Uma parte de mim vai sempre estar em Paris. E nos restaurantes de lá, haha! Na semana passada, uma...

The Fox and Pheasant

Fundado em 1846 e com outro nome, somente em 1965 que o Fox and Pheasant ganhou seu nome...

Guernica

Guernica

Belém em um dia

Conexão Londres - Belém na área \oNada melhor do que visitar uma cidade como um local - e, melhor ainda, com A local: a Dany Colares. A Dany vai te levar pra um passeio de um dia na mangueirosa. Um dia é pouco? É! Mas aproveita esse vídeo gostoso e...

Comer e beber em Veneza

Comer e beber em Veneza

Como em qualquer outra cidade do planeta, quando chegamos perto dos pontos turísticos, tudo fica mais caro. Existem cafés-restaurantes muito famosos na Piazza di San Marco e os preços são exorbitantes! Além de qualquer café, eles também cobram serviços a mais...

Apresentando Veneza

Apresentando Veneza

Veneza é de mentira! Veneza é de mentira! Foi o que pensei quando cheguei na cidade, ainda atravessando as pequenas ruas, a caminho do hotel. Mentira não pelo fato da cidade não poder existir e, sim, pela impressão que deixa desde o primeiro momento em ser...

Sobre

Quando li pela primeira vez o diário de viagem de Cecília Meireles falando “quase” para mim, eu me derreti.
Leia mais

Follow me

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter para conteúdo exclusivo e todos os detalhes dos bastidores.

últimas postagens